CABELEIREIROS CONTRA AIDS

Sem títuloe

Presente em cerca de 37 países, a Divisão de Produtos Profissionais da L’Oréal, em parceria com a UNESCO, reforça seu compromisso social, com o apoio de uma sólida rede de educadores e salões engajados ao redor do mundo.

 

certo

Além de prestar serviços profissionais, um cabeleireiro é,  muitas vezes, um confidente. É no salão que os clientes têm tempo para falar e também para desfrutar do conforto de ter alguém que os escute. Uma vez formada uma relação de confiança entre o cabeleireiro e o cliente, o primeiro pode ter o papel de informar e educar seus clientes sobre questões sociais. Reconhecendo esse fato e refletindo sobre a importância que sempre deu à higiene, à saúde e ao bem-estar relacionados a seus produtos, L’Oréal buscou a parceria da UNESCO, em 2005, para despertarem a conscientização sobre a prevenção do HIV entre os cabeleireiros do mundo todo, com o  lançamento da campanha mundial Cabeleireiros Contra Aids. O objetivo do programa é oferecer aos profissionais de beleza informações de qualidade, cientificamente comprovadas, para o entendimento prático sobre a Aids. E, assim, apresentar meios de alertar o público a respeito dos riscos da doença e de que maneira pode-se proteger contra ela. Para um problema como o HIV/Aids, devemos ser capazes de contar com o poder das palavras. Um poder que está disponível para todos, já que a verdadeira questão está em falar sobre o tema. O papel importante que o nosso cabeleireiro exerce na vida de todos, especialmente na vida das mulheres, o coloca numa posição privilegiada para abordar assuntos muito pessoais e íntimos como esse:  esses profissionais costumam passar várias horas com seus clientes e essa relação pode chegar a ser próxima, fazendo com que o salão de beleza seja um verdadeiro local de interação social e humana “, afirma An Verhuhlst-Santos, presidente mundial da Divisão de Produtos Profissionais do Grupo L’Oréal.

A ideia é também desenvolver um trabalho de luta contra estigmas e discriminações associados à Aids. Para isso, L’Oréal e UNESCO iniciaram um módulo de treinamento que hoje faz parte do currículo dos cabeleireiros dos centros de treinamento da Divisão de Produtos Profissionais de L’Oréal. Afinal, 33 milhões de pessoas vivem com HIV no mundo, mas estima-se que 60% delas nem saibam que estejam contaminadas. Sendo assim, a comunicação é uma arma poderosa na luta contra a propagação do vírus.

Histórico da campanha

certo2

O Programa de Educação Preventiva Contra a Aids começou em 2001 na África do Sul. Mas foi lançado mundialmente em 2005, com a assinatura, em Paris, de um acordo entre a presidência da L’Oréal Divisão de Produtos Profissionais e a UNESCO. O Brasil foi um dos primeiros países a aderir à campanha, em 2006, tendo o apoio do Ministério da Saúde,por meio do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais. Essa escolha foi fruto do reconhecimento mundial conquistado pelo Brasil, apontado como uma das nações que desenvolve os melhores programas de tratamento e prevenção contra a Aids.

No Brasil, 734 mil pessoas são portadoras do vírus HIV e estima-se que 150 mil ainda desconheçam ter a doença. A epidemia no Brasil apresenta taxa de detecção em torno de 20,4 casos a cada 100 mil habitantes. Isso representa aproximadamente 39 mil novos casos de AIDS ao ano. O programa de Educação Preventiva Cabeleireiros contra Aids já chegou a quase 1,5 milhão de pessoas por meio de cursos, treinamentos, participação em feiras e ações diversas. No site www.cabeleireiroscontraaids.com.br, o profissional de beleza, tem acesso a todas as informações sobre a campanha.

O Representante da UNESCO no Brasil, Vincent Defourny, destacou a importância do programa e o papel da educação como principal instrumento de mobilização na prevenção do vírus da Aids. “O acesso a informações de qualidade e cientificamente comprovadas favorece a redução da discriminação contra pessoas que vivem com HIV e Aids, dentro das escolas e em espaços de grande convívio social como é o caso de salões de beleza”, afirmou Defourny.

Salão Solidário

h3

Uma ação inovadora marca a campanha Cabeleireiros contra AIDS 2015. No dia 1º de dezembro, Dia Internacional da Luta contra AIDS, será realizado o Salão Solidário, onde salões parceiros de todo o Brasil se unirão em prol de uma causa nobre. Os principais cabeleireiros doarão seu tempo e talento durante este dia para realizar cortes e toda a renda arrecadada com o serviço será revertida para a Sociedade Viva Cazuza, que cuida de crianças portadoras do vírus HIV/Aids.

Para compartilhar a importância dessa iniciativa, nós propomos usar toda a atitude que existe dentro de você para realizar uma corrente do bem. A campanha estará presente nas redes sociais, onde convida todos os seus seguidores a usar divulgar a ação em salões próximos e postarem mensagens sobre prevenção à Aids direcionada para a ação usando a hashtag #cortecontraaids

Para conhecer os salões que aderiram a correte do bem, entre no site da campanha: www.cabeleireiroscontraaids.com.br/blog

Em 2014, a Campanha arrecadou R$60.000 em um dia. No total, 62 salões de Norte a Sul do Brasil participaram do Salão Solidário. Foram realizados 5.000 cortes com o apoio de 700 cabeleireiros.

 

 

www.cabeleireiroscontraaids.com.br

@CCAidsBrasil /#cabeleireiroscontraaids / CCAidsBrasil

 

#cortecontraaids

 certo3





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*